MPT-PE

SINTEPAV-PE E MPT-PE CONSEGUEM QUE TRABALHADORES NÃO SEJAM DESALOJADOS

            Mais uma vitória do Sintepav-PE (Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco). Desta vez, a conquista beneficia os ex-empregados do Consórcio Fidens-Milplan.

            No fim da manhã desta quinta-feira (22), o Ministério Público do Trabalho (MPT-PE), através da Procuradora do Trabalho, Débora Tito Farias, expediu uma “notificação recomendatória” para que sejam mantidos o alojamento de todos os hóspedes e o contrato de aluguel de locatários que trabalham ou prestam serviços ao Consórcio, independentemente dos débitos existentes.

            Há cerca de um mês, 804 ex-funcionários dessa empresa foram demitidos e ainda aguardam o pagamento das verbas rescisórias. O caso está tramitando na 2° Vara do Trabalho de Ipojuca. De acordo com o Departamento Jurídico do Sindicato, os trabalhadores aguardam que os valores das rescisões dos seus contratos de trabalho sejam bloqueados junto à Petrobrás, já que o bloqueio dos créditos da FidensMilplan  junto a Petrobrás não teve êxito.

             “Contamos com a sensibilidade do Ministério Público do Trabalho que acompanha o problema da desmobilização de SUAPE desde o ano passado e conhece bem os problemas enfrentados pelos trabalhadores, especialmente os alojados, quando as empresas não pagam os direitos deles”, disse o presidente do Sintepav-PE, Aldo Amaral. “Esperamos agora uma solução rápida por parte do Judiciário.”, completou.

Além das rescisões, os ex-funcionários ainda não tiveram o fim do contrato de trabalho anotado na CTPS, impedindo-os de serem contratados por outra empresa. O sindicato permanece lutando na justiça na defesa dos direitos dos trabalhadores.