ctps02

Pernambuco lidera ranking de emprego em setembro

Pelo segundo mês consecutivo a indústria de transformação se destaca na geração de vagas formais no estado.
Em setembro, o estado de Pernambuco foi líder do ranking nacional da geração de empregos, informou o Ministério do Trabalho e Emprego nesta quinta-feira (16).

No nono mês do ano, o estado criou 21.971 novas vagas de trabalho. Esse resultado equivale a uma expansão de 1,64% em relação ao estoque de assalariados do mês anterior.

Áreas de produção

Assim como ocorreu no mês de agosto, neste mês, a indústria de transformação foi o setor que mais contribuiu para esse resultado com 13.533 vagas criadas.

A Agropecuária gerou 4.332 novos postos de trabalho e o setor de Serviços 3.561. O saldo do emprego em Pernambuco tem um componente sazonal relacionado às atividades de cultivo da cana-de-açúcar

Cidades

Entre os municípios com mais de 30 mil habitantes o destaque ficou por conta da cidade de Goiana, na Zona da Mata Norte, com um saldo de empregos de 2.647 novos postos de trabalho (variação de 22,62%).

O número chama a atenção pela quantidade de empregos na Indústria da Transformação, 2.538 novos empregos com carteira assinada, boa parte deles em função do polo automotivo e das contratações na fábrica da Fiat.

Em seguida aparece Sirinhaém, com um saldo 2.200 empregos e Recife na Região Metropolitana, com 2.114 empregos gerados, a maioria no Setor de serviços (2.067).

Caged

Criado através da Lei nº 4.923/65 que instituiu o registro permanente de admissões e dispensa de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho/CLT, o Caged serve como base para a elaboração de estudos, pesquisas, projetos e programas ligados ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que subsidia a tomada de decisões para ações governamentais.

Fonte:
Ministério do Trabalho e Emprego