suape

NOTA À IMPRENSA A RESPEITO DO PROTESTO DE HOJE EM SUAPE

            Na manhã desta quarta-feira (04.05), dezenas de ex-funcionários do Consórcio Fidens-Milplan fecharam a entrada da Refinaria, em Suape, como forma de protesto contra a Petrobrás. A mobilização, que começou por volta das 4h, aconteceu porque há cerca de dois meses, 804 ex-trabalhadores do Consórcio foram demitidos e ainda aguardam o pagamento das verbas rescisórias. De acordo com o Departamento Jurídico do Sindicato, os trabalhadores aguardam que os valores das rescisões dos seus contratos de trabalho sejam bloqueados junto à Petrobrás, já que o bloqueio dos créditos da Fidens-Milplan junto a Petrobrás não teve êxito e a Petrobrás ainda não se pronunciou até o momento. O caso está tramitando na 2° Vara do Trabalho de Ipojuca.

            Além das rescisões, os profissionais ainda não tiveram o fim do contrato de trabalho anotado na CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social), impedindo-os de serem contratados por outra empresa.

          Os advogados do Sintepav-PE (Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco) estão trabalhando para fazer cessar a arbitrariedade da prisão de trabalhadores que lutam pelo respeito aos direitos básicos que vêm sendo descumpridos pelas empresas contratadas pela Petrobrás em Suape.

            O Sintepav-PE permanece lutando na justiça na defesa dos direitos dos trabalhadores.

                                                                                                             Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco / Sintepav-PE