O governo estadual decidiu prorrogar as restrições já em vigor no Estado por mais duas semanas diante dos altos índices de casos confirmados e óbitos.

Decreto assinado pelo governador Paulo Câmara terá validade até 6 de junho.